CONVITE


CONVITE

Este canal do YouTube é dedicado exclusivamente ao áudio do texto abaixo. Ouça o texto na voz de Luiz Sampaio.

Quero meu blog como um assento confortável, ao meu lado, no sofá aqui de casa.

Quero você à vontade, a salvo dos instantes de sempre (aqueles que soam como sirenes e nos mantêm ad eternum em estado de alarme) para compartilhar comigo o imenso – os instantes eternos guardados em cada poema à espera de renascer no encontro com cada leitor. Escrevo em busca do eterno.

A tristeza da matéria efêmera é saber-se tão breve (mais ainda diante de toda beleza que a vida em nosso passageiro planeta nos propõe).

Triste é querer partir diante de toda tristeza de que a tragédia dos homens se compõe.

A poesia parece frágil e silente em nossos dias de tanto silêncio, mas basta você se sentar (melhor, se refestelar) e dar um basta e entregar-se à sua magia para saber que as ameaças em tropel não são tigres – são papel – num universo onde as palavras (e suas emoções) vivem indeléveis dentro de nós e podem nos viajar ao além.